Resultados da Rio+20 são apresentados em Fortaleza

O senador João Capiberibe (PSB/AP) está em Fortaleza (CE), nesta segunda-feira, 09, para uma Audiência Pública que discutirá resultados da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a “Rio+20″, ocorrida no último mês de junho, no Rio de Janeiro (RJ).   João Capiberibe ministrará palestra e mediará as discussões, que consideram os temas da Conferência…

Veja mais
Compartilhe!

“Impostos às Claras” é aprovado na CAE

O Projeto de Lei 076/2012, que prevê o detalhamento de impostos pagos pelo contribuinte, foi aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e agora parte para a Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA). Por ser terminativo, seguirá direto para a Câmara dos Deputados. O projeto, de autoria…

Veja mais
Compartilhe!

Ministério garante R$7 milhões para a Saúde no AP

O senador João Capiberibe (PSB/AP) e a deputada federal Janete Capiberibe (mesmo partido) foram recebidos no final da tarde da terça-feira, 3, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em Brasília (DF). Aos parlamentares, o ministro confirmou a liberação de recursos na ordem de mais de R$ 7 milhões, para a aquisição de equipamentos médico-hospitalares: R$6,4…

Veja mais
Compartilhe!

Andes solicita apoio para por fim à greve

Na terça-feira, 3, o senador João Capiberibe (PSB/AP) recebeu representantes do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), que buscam reestruturação na carreira. A categoria está em greve desde o dia 17 de maio, atingindo 55 instituições federais de ensino superior. Também participou da reunião a deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP).  …

Veja mais
Compartilhe!

Capiberibe aponta avanços registrados no Amapá

Em pronunciamento na segunda-feira (2), o senador João Capiberibe (PSB-AP) elogiou a indicação da juíza Sueli Pereira Pini para o cargo de desembargadora do Tribunal de Justiça do estado e o lançamento do programa de investimentos Pró-Amapá. Segundo o senador, Sueli Pini, indicada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foi a criadora do projeto Justiça…

Veja mais
Compartilhe!

Senador Capiberibe cumpre agenda em Macapá

O senador João Capiberibe (PSB) está em Calçoene (AP), nesta quinta-feira, 28, onde participa de diversas inaugurações, promovidas pelo Governo do Estado. Entre elas, estão os prédios da Biblioteca e da Câmara de Vereadores, obras iniciadas ainda quando Capiberibe era governador.   Capi também participa da entrega de uma creche construída com recursos de emenda…

Veja mais
Compartilhe!

“De lutas e vitórias” chega a Calçoene

Nesta quinta-feira, 28, o senador João Capiberibe lança, no município de Calçoene (AP), a sua publicação, intitulada “De Lutas e Vitórias”. O documento contém matérias divulgadas em revistas e jornais datadas de 1971, época do exílio do senador João Capiberibe. Da publicação também constam artigos dos renomados escritores Dalmo Dallari e Ana Miranda, apartes de…

Veja mais
Compartilhe!

Audiência pública tratará sobre violência no campo

“Somos a quinta economia do mundo. É impensável um País como o nosso ter de conviver com a violência e, principalmente, com a violência contra as lideranças sindicais no campo brasileiro” – censura o senador João Capiberibe (PSB/AP), que promoverá uma audiência pública no Senado, às 9h da próxima segunda-feira (02/07), especialmente para tratar do…

Veja mais
Compartilhe!

Capiberibe participa de premiação na sede da ONU

O senador João Capiberibe (PSB/AP) foi convidado para acompanhar o governador Eduardo Campos (PSB/PE) em viagem oficial a Nova York, nesta segunda-feira, 25 de junho. Na ocasião, Campos recebe um prêmio na sede da Organização das Nacões Unidas (ONU), por seu modelo de gestão pública no Estado. João Capiberibe representa a bancada do PSB no…

Veja mais
Compartilhe!

Capiberibe faz balanço positivo da Rio+20

Para o senador amapaense João Capiberibe (PSB/AP), a reunião foi válida, mas não haverá mudanças significativas sem a efetiva fiscalização do cumprimento dos acordos pelos parlamentos do mundo inteiro. “É necessário vigiar e acompanhar os pactos estabelecidos pelos chefes de Estado ao longo do evento. Eu fico imaginando como teríamos avançado, caso tivesse ocorrido a mesma ideia há 20 anos atrás, quando da Eco-92” – avalia.

O senador elencou alguns acordos firmados nas negociações diplomáticas da Eco-92, como a Convenção da Biodiversidade e a Agenda 21, que estabeleceu a importância de cada país se comprometer a refletir, global e localmente, sobre as formas de cooperação no estudo de soluções para os problemas socioambientais. O problema, segundo Capiberibe, é que as ações não foram devidamente implementadas pelos governos locais, nem acompanhadas.

Protocolo de intenções
João Capiberibe é membro do Globe International, organização mundial que discute ações legislativas relativas à questão ambiental e às mudanças climáticas. Na Rio+20, os parlamentares membros da organização firmaram um documento de intenções que tem como principais pontos a redução da pobreza, a justiça social, o compromisso com o não retrocesso da legislação ambiental, a reafirmação das responsabilidades comuns, porém diferenciadas entre os países, além do financiamento, transferência de tecnologias e capacitação para os países em desenvolvimento.

O documento foi entregue ao Secretário Geral da ONU para a Rio+20, Sha Zukang, com o pedido de que seja reconhecido como uma contribuição para a conferência e para a implementação de suas decisões.

Na reunião, também foi estabelecida a “Cúpula de Legisladores”, que se reunirá a cada dois anos, no Rio de Janeiro, para acompanhar o cumprimento dos acordos firmados na Rio+20. Dentre os compromissos da Cúpula, está a busca pelo fortalecimento da governança para o desenvolvimento sustentável nos níveis internacional, regional e local; o fortalecimento do engajamento nas políticas públicas em relação ao meio ambiente e à economia verde e a promoção de políticas públicas de erradicação da pobreza.

João Capiberibe lamentou a ausência de países considerados ricos nas discussões da Rio+20 e avalia que o texto avançou pouco em ações efetivas. Para ele, o desenvolvimento sustentável depende do efetivo acompanhamento da agenda 21, de medidas de proteção da biodiversidade e ainda da formação de um parlamento global que regule as ações no mundo inteiro.

“Embora tenha ficado aquém das nossas expectativas, a Conferência foi um momento significativo. O papel de liderança exercido pelo Brasil possibilitou a consciência de que a agenda de desenvolvimento sustentável pode deixar, sim, uma herança positiva” – finalizou.

Veja mais
Compartilhe!